Sign In

Plataforma Solar será destaque no Globoplay

Comunicação Publicado em 07/11/2022

No dia 3 de novembro, a Eletrobras Chesf, através da Regional Sobradinho e das áreas de Comunicação e de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, acompanhou e prestou apoio à equipe do Grupo Storm para gravação da série "A Era dos Humanos", na Plataforma Solar Fotovoltaica Flutuante de Sobradinho, na Bahia.

 

"Você irá descobrir, em uma viagem pelo Ar, Fogo, Água e Terra e entender como a natureza humana está por trás das mudanças climáticas. A partir da perspectiva única de diferentes personagens, somos conduzidos pelos elementos essenciais da vida, que representam o universo ao nosso redor, assim como o nosso universo interior", explica a diretora Iara Cardoso.


GravaçãoSériePlataformaSolarZecaTeixeira-2.jpg

 

A série patrocinada pela Eletrobras, na qual cientistas prestigiados compartilham sua paixão pela natureza e mente humana será apresentada pelo ator Marcos Palmeira e exibida pela plataforma digital de streaming Globoplay, além da exibição como obra de longa metragem no cinema. As gravações da série começaram em agosto, com previsão de lançamento para abril de 2023.

 

"Gostaríamos de agradecer à Eletrobras Chesf pelo apoio e esperamos que tenhamos outras oportunidades de divulgações no futuro", enfatizou a diretora.

 

Sobre a Plataforma Solar Flutuante

 

Atualmente a plataforma é o maior projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação P&D+I do País em geração solar sobre a água. O objetivo é estudar e comparar a eficiência da tecnologia fotovoltaica resfriada naturalmente pela água, tendo em vista que as placas perdem eficiência sob forte calor.


Solar Flutuante-TúlioTrajano.jpg

 

A produção de energia do sistema solar flutuante ajudará na geração de energia da usina hidrelétrica, proporcionando fonte de energia complementar; otimização da infraestrutura elétrica existente; controle da vazão de água do reservatório, com maior desempenho de produção de energia solar; baixo nível de impacto ambiental; e otimização de custos; entre outros benefícios.

 

Para a elaboração do projeto do sistema fotovoltaico flutuante no reservatório da Usina Hidrelétrica de Sobradinho, foram levantados os dados técnicos da geração, subestação e transmissão de energia elétrica, os dados geográficos do lago, o comportamento dos ventos, a velocidade de vazão da água e os dados batimétricos do lago no local de instalação da ilha flutuante.

 

O projeto fotovoltaico inicial visa atender a uma potência instalada de 1 MWp, com um total de 3.792 painéis solares. O ponto de conexão da usina fotovoltaica flutuante, para a entrega de energia gerada, é a Usina Hidrelétrica de Sobradinho. O sistema de 1 MWp utiliza uma área de lago de, aproximadamente, 11 mil m² para a sua instalação.


Fotos: Capa/Zeca Teixeira; Foto 2: Elaine Cristina e Foto/Plataforma: Túlio Trajano